Petição online pede que o governador Flávio Dino, mude o nome da ponte José Sarney, sobre a foz do Rio Anil, em São Luís

Por 24 de janeiro de 2015 Notícias

Uma petição criada na internet, através do Instituo Avaaz, arrecada assinaturas para entregar ao então Governador do Maranhão, Flávio Dino, na intenção de mudar o nome da ponte  “Governador José Sarney” sobre o foz do rio Anil, em São Luis.

A Ponte Governador José Sarney, mais conhecida como Ponte do São Francisco, por ligar o Centro Histórico de São Luís ao bairro do São Francisco, atravessa o Rio Anil perto de sua foz. Foi construída em 1970 e possui 820m de extensão. Possui uma bela vista da cidade velha e da cidade nova, além do Rio Anil e da Baía de São Marcos. A petição  com o seguinte título “Governador Flávio Dino: Mudar o nome da Ponte José Sarney, sobre a foz do Rio Anil, em São Luís“, foi criada por Antonio N., e deverá ser entregue ao governado do Maranhão, até o momento desta publicação, a petição continha 71 assinaturas.

Porque mudar o nome da ponte?

Em cumprimento ao Decreto 30.618, de 2/1/2015, editado pelo governador Flávio Dino, que veda atribuição de nomes de pessoas vivas a bens públicos em qualquer órgão da administração direta ou indireta vinculada ao Estado do Maranhão, a Ponte José Sarney, que se eleva sobre a foz do Rio Anil, ligando os dois módulos urbanos da capital maranhense (o antigo e o moderno), deverá chamar-se Ponte São Marcos, por encontrar-se à entrada dessa belíssima distinção geográfica que tanta beleza e poesia confere à nossa encantadora cidade de São Luís.

Clica aqui para assinar a petição

Você pode gostar também

WhatsApp agora pode ser acessado pelo computador

Por 24 de janeiro de 2015 Tecnologia

O WhatsApp finalmente chega aos computadores, deixando de ser um aplicativo apenas de aparelhos móveis, agora o aplicativo pode ser utilizado através do navegador chorome em qualquer computador. A companhia anuncia ainda, que estará excluindo perfils de usuários que já usam através aplicativos terceirizados, limitando o acesso somente ao aplicativo oficial, lançado nesta ultima semana.

Para se logar no aplicativo é necessário ter a versão mais recente do WhatsApp instalada no aparelho móvel, você pode acessar a loja de aplicativos do seu aparelho e ver se já estar disponível a versão mais recente do aplicativo, e atualizar. Em seguida, entre no site e um QR Code será apresentado.

Veja como acessar o WhatsApp Pelo computador

Se o seu aplicativo estiver atualizado, pressione os três pontinhos no canto superior e entre em WhatsApp Web. Em seguida, mire a câmera do celular na tela do computador e encaixe o QR Code no espaço marcado na tela do smartphone. Se tudo for feito corretamente, o site mostrará seus contatos no WhatsApp automaticamente.

Por enquanto, o serviço só está disponível para Android, Windows Phone e BlackBerry. Segundo o TechCrunch, a versão para iPhone ainda não saiu devido a “limitações da plataforma da Apple”.

Você pode gostar também

Pai de aluno mata professor a golpes de facão por reprovar seu filho em Barrerinhas

Por 9 de janeiro de 2015 Notícias

Um crime bárbaro ocorreu no povoado de Fome, no município de Barreirinhas, na tarde desta quinta-feira (8). Um professor identificado como Cosme Rocha Lima, de 36 anos, foi assassinado com golpes de facão por um pai de um aluno da escola onde lecionava. 

O autor do crime, identificado como Francisco Diniz de Macena, teria matado após uma discussão com o professor. De acordo com informações preliminares, o crime teria sido motivado pelo fato do professor ter reprovado o filho do assassino.

O indivíduo fugiu logo após o crime e ainda não foi encontrado pelas equipes da Polícia Militar, que já realizaram rondas na região.

O homicídio foi registrado na delegacia do município de Barreirinhas. O delegado responsável pelo caso é Cristiano Morita Nocko.

http://mayconalves.com.br/

Você pode gostar também

O Bispo Diocesano de Zé Doca, anuncia o novo párocro de Maranhãozinho e demais cidades da dioceze

Por 6 de janeiro de 2015 Notícias
à esquerda padre Nato (agora da paróqui de C .Mendes) à direita padre Saris (novo párocro da paróuia de Maranhãozinho)

à esquerda padre Nato (agora da paróqui de C .Mendes) à direita padre Saris (novo párocro da paróuia de Maranhãozinho)

Logo depois de assumir a Diocese, o Bispo reuniu-se com os padres (15 de novembro de 2014) e pediu para que todos continuassem nas suas respectivas atividade e cargos. E mencionou também sobre algumas transferências de Párocros, que seria feito perante uma necessidade maior. Esta apareceu então depois de consultar o Vigário Geral, Padre Brito, também outros e todas as pessoas envolvidas, comunicando ao Povo de Deus, ao Clero, às Religiosas e aos Religiosos da diocese.

Paróquias que receberão novos padres:

1 – A partir do dia 01 de fevereiro de 2015, assumirá a Paróquia São Sebastião de Carutapera, de fato e de direito, Reverendo Padre Cosmo de Souza Almeida, até então o Pároco da Paróquia Nossa Senhora da Conceição de Cândido Mendes.

2 – A partir do dia 01 de fevereiro de 2015, assumirá a Paróquia Nossa Senhora da Conceição de Cândido Mendes, de fato e de direito, Reverendo Padre Raimundo Pereira de Almeida (Nato), até então Pároco da Paróquia de São Pedro em Maranhãozinho.

3 – A partir do dia 01 de fevereiro de 2015, assumirá como Pároco a Paróquia São Pedro de Maranhãozinho, de fato e de direito, Reverendo Padre Saris Ribeiro Verde, até então Vigário Paroquial da Paróquia Catedral de Zé Doca.

O Bispo pediu ainda que as Paróquias de Carutapera, Cândido Mendes, Maranhãozinho e Zé Doca preparem as dignas despedidas de seus Padres, agradecendo-lhes pelos anos de serviços prestados e que sejam organizadas as acolhidas de seus novos pastores.

Agradeço ao Povo de Deus das Paróquias em cima mencionadas pelo apoio, a compreensão e a colaboração.  Dom João Kot, OMI (Bispo Diocesano)

Os novos Párocos marcaram com Bispo suas posses canônicas nas datas: 07 de fevereiro – do Padre Saris em Maranhãozinho; 28 de fevereiro – do Padre Nato em Cândido Mendes e 26 de março – do Padre Cosmo em Carutapera. Desde já desejo a todos um bom e frutífero pastoreio e a todo o Povo de Deus uma caminhada cheia de graças e bênçãos do Céu.

Você pode gostar também

Revista ÉPOCA revela documentos que comprovam o envolvimento do governo maranhense no escândalo com o doleiro Youssef

Por 23 de abril de 2014 Notícias

Inquérito da Operação Lava Jato, o doleiro aparece em conversas discutindo acordo que renderá mais de R$ 100 milhões à empreiteira Constran.

No início das investigações que culminaram na Operação Lava Jato, deflagrada há um mês, a Polícia Federal imaginava que o doleiro Alberto Youssef estaria envolvido apenas com lavagem de dinheiro e evasão de divisas, práticas pelas quais já havia sido acusado. À medida que a investigação avançava, a PF descobriu a atuação do doleiro em outras frentes de negócios. Uma delas surpreendeu os agentes federais: Youssef aparece em meio a conversas telefônicas, tratando da negociação do pagamento de dívidas antigas do governo do Maranhão à empresa Constran. A dívida, que supera R$ 110 milhões, refere-se a serviços de terraplanagem e pavimentação da BR-230 contratados na metade da década de 1980.

precatorio_no_maranhao

A revista ÉPOCA teve acesso a um email, interceptado pela Polícia Federal que mostra o envolvimento de Alberto Youssef na negociação. No dia 10 de dezembro do ano passado, o diretor financeiro da UTC, empresa que controla a Constran, Walmir Pinheiro, encaminha uma mensagem para Youssef e para o diretor financeiro da Constran, Augusto César Ribeiro Pinheiro, cujo título era “Precatório MA”. Walmir Pinheiro parabeniza os dois pela “concretização do acordo com o gov. MA”. E ainda enaltece a conquista em razão da dificuldade em alcançá-la: “sei perfeitamente o quanto foi duro fechar esta operação, foram quase 6 meses de ida e vinda”, afirma Pinheiro. A dívida do Maranhão com a construtora estava na Justiça há mais de 20 anos.  No e-mail, Walmir refere-se a Youssef como “Primo”, apelido amplamente utilizado por pessoas próximas ao doleiro. Na mensagem, foram copiados ainda o presidente da UTC Engenharia, Ricardo Pessoa,  e o diretor da Constran e ex-ministro de Infraestrutura do governo Fernando Collor de Mello, João Santana, apelidado de João Bafo-de-Onça, personagem de Walt Disney.

email_dou_youssef

Walmir comemora o recebimento da primeira parcela e aguarda a liberação de outras 23 prestações. No dia 26 de dezembro de 2013, duas semanas após a mensagem enviada a Youssef, o governo do Maranhão depositou R$ 4,7 milhões na conta da Constran. Segundo o portal da transparência do governo maranhense, o depósito está relacionado a um acordo judicial “devidamente aprovado pela governadora do Estado do MA (leia documento abaixo)”. Em 4 de fevereiro e 18 de março, o governo fez outros dois depósitos, que somaram R$ 9,4 milhões.

governadora_do_estado_do_ma

No dia da Operação Lava Jato, Youssef foi preso pela Polícia Federal em São Luís. Procurado pela reportagem de da revista ÉPOCA, o advogado do doleiro, Antônio Augusto Figueiredo Bastos,  afirma que Youssef não tem relação com os dirigentes da Constran nem com as negociações da dívida maranhense. Afirma, ainda, que seu cliente fazia viagens ao Maranhão para prospectar negócios no ramo da hotelaria. Por meio de nota, o governo do Maranhão afirma que o acordo para pagar os precatórios da Constran gerou economia de R$ 29 milhões ao estado e está respaldado juridicamente.

Reportagem publicada em ÉPOCA

Você pode gostar também

Facebook login by WP-FB-AutoConnect